terça-feira, 21 de agosto de 2012

D

11 comentários:

  1. Wellington Flávio22 de agosto de 2012 18:08

    muito maneiro peugeot, gostei mesmo.
    só não entendi qual era o terceiro desejo do zé. dançar?

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Valeu, camarada!
    Sim, dele e de todo ser humano:)

    ResponderExcluir
  4. show, muito bom. rua Murilo Amorim? rsrs

    ResponderExcluir
  5. Pq diabos eu dou nome à rua do cemitério???
    huahauhauha Gostei da homenagem.

    Só agora tive tempor de vir aqui ler. Adorei o conto. É divertido, inteligente e bem escrito. Mt bom msm.

    Teu texto supera fácil mts textos de "profissionais" q grandes editoras tentam emplacar por aí nesse tipo de literatura. Parabéns, cara, tu tem talento pra coisa.

    ResponderExcluir
  6. Valeu, misterioso anônimo.

    Murilo, obrigado pelo comentário imparcial.

    ResponderExcluir
  7. Levemente autobiográfico, não? Bom texto irmão, tu leva jeito pra coisa.

    ResponderExcluir
  8. Valeu, meu camarada Alex.
    Autobiográfico? Não, ainda não tive a oportunidade de voltar do inferno rs.

    Mas sério, nem foi mesmo.

    Só que, espera, você não é o misterioso anônimo? Tem treta aí, mano.

    ResponderExcluir
  9. hahahahahahaha
    deve ser o julio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anonimo não sou eu não...rsrs...

      Excluir